Pular para o Conteúdo
Navegação do site

Navegação do site

Aplicações Aninhadas

Apresentação

A alienação antecipada de bens apreendidos em procedimentos criminais para minimizar a desvalorização natural dos mesmos é recomendada pelo Conselho Nacional de Justiça recomenda (Resolução nº 356/CNJ, de 27 de novembro de 2020). Assim, os Leilões Judiciais são realizados para a venda de veículos e sucatas provenientes de apreensões. Os objetos são separados, catalogados e avaliados. Os leilões podem ocorrer de forma eletrônica ou presencial, conforme o art. 879, II do CPC.

O Comitê Gestor de Bens Apreendidos em Procedimentos Criminais, no exercício das competências estabelecidas pela Portaria nº 266/2018/CGJ, é o responsável por consolidar o controle sobre as informações referentes aos bens apreendidos em procedimentos criminais, inclusive para possibilitar a extração de dados estatísticos e a adoção de políticas de conservação e administração desses bens, até a sua destinação final.

Notícias

Corregedoria em Ação realiza último encontro do semestre

Logo da iniciativa "Corregedoria em Ação: Conhecendo os Dados para atingir as Metas".
A quinta turma da capacitação "Corregedoria em Ação: Conhecendo os Dados para atingir as Metas" se reunirá na próxima terça-feira (11/06), na Escola Judicial de Pernambuco (Esmape). Foram convocados(as) magistrados(as) e assessores(as) de varas únicas, cíveis, criminais, de execuções de penas alternativas, de executivos fiscais, de sucessões e registros públicos, de Juizados Especiais e da Coordenadoria Criminal. Este será o último encontro com juízes(as) e servidores(as) do semestre. O retorno das oficinas ocorrerá no mês de agosto. 

O evento terá início às 9h, no Auditório Itamar Pereira da Silva. O(a) magistrado(a) convocado(a) deverá comparecer à capacitação com notebook funcional, modem e token. 

Para ver a relação dos(as) convocados(as) clique AQUI.

Na abertura da capacitação, o assessor especial da Corregedoria Geral da Justiça de Pernambuco (CGJ-PE), juiz Luiz Carlos Vieira, falará sobre as plataformas utilizadas pela CGJ-PE nas inspeções – SiCor e TJPE Reports –, com seus respectivos manuais, e esclarecerá os critérios utilizados para pontuação no Bônus de Desempenho Jurisdicional (BDJ) e no Prêmio Gestão, Eficiência e Qualidade.  

As oficinas serão conduzidas pela Coordenadoria de Governança e Gestão de Dados do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), composta pelo juiz Faustino Macêdo, e pelas juízas Ana Luiza Câmara, Tatiana Lapa e Raquel Barofaldi, que realizarão as apresentações das metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e tirarão dúvidas. Depois, os(as) participantes terão acesso de forma prática às ferramentas de gestão. 

O objetivo das capacitações é o aprimoramento do Poder Judiciário estadual por meio de atividades que proporcionem o conhecimento das ferramentas de gestão e esclarecimento das metas e indicadores do CNJ. 

Veja as próximas datas e locais:

Recife - 11/06 - Esmape 
Recife - 07/08 - Esmape 
Recife - 14/08 - Esmape 
Recife - 21/08 - Esmape 
Caruaru – 04/09 – Fórum da Comarca
Caruaru - 05/09 – Fórum da Comarca
Garanhuns - 18/09 – Fórum da Comarca 
Serra Talhada - 06/11 - Fórum da Comarca
Petrolina – 27/11 – Fórum da Comarca

 

 

------------------------------------------------------

Texto: Rute Arruda | Ascom CGJ-PE

Arte: Natalie Jesus | Ascom CGJ-PE

Inicio > Todas as Notícias (2021)